Tutorial | Faça você mesma seu álbum de casamento - Casando Sem Grana Christian louboutin falsa

Tutorial | Faça você mesma seu álbum de casamento

Meninas antes de falar da dica de hoje, infelizmente vou começar essa segunda feira com uma bronquinha de leve.

Já faz algum tempo que publicamos aqui dicas de negociação com fornecedores e dicas de fotografia também mas, parece que as coisas ficaram um pouco confusas na cabecinha de algumas de vocês então deixa eu explicar melhor:

Pensem comigo uma coisa: Casar deve ser realmente maravilhoso e poder ter em nosso casamento tudo do bom e do melhor, deve ser um sonho. Claro que, se você lê, acompanha e se identifica com este blog, é provável que infelizmente você não possa dispor de tudo do bom e do melhor para o seu casamento. Mas o que ensinamos aqui? A você encontrar modos de ter algo que sonhou, em um dia lindo e blablabla, com um preço que você possa pagar.
Agora pensa outra coisa: Se tudo isso dura APENAS um dia e acaba; o que fica depois? Não seria foto e vídeo?

Sim.
Eu procuro sempre aconselhar vocês a investirem, se possível, um pouco mais nesses itens que ficaram para a posteridade. Geralmente por causa disso (e por mais alguns fatores), o item FOTO, por exemplo, sai mais caro. É normal. Hoje em dia eu posso dizer com toda certeza que BONS pacotes de fotografia não saem por menos de R$ 2.000…R$2.500 reais mais ou menos. Já ouvi falar de empresas que chegam a cobrar R$ 30.000 (!!!) e não sai tudo aquilo e, empresas que cobram menos de 2 e fica bonito!
Mas o que esta em jogo aqui meninas é algo MUITO sério! Quantos e quantos casos já ouvi de gente que fechou fotos com aquele fotografo basicão e hoje se arrepende amargamente por que ele não tinha “visão” daqueles detalhes lindos que fazem toda a diferença de um álbum para outro. São fotos posadas que seguem sempre  aquele mesmo roteiro padronizado. No máximo, profissionais assim te entregaram após o casamento, meia dúzia de fotos em preto e branco ¬¬

Daí o que acontece: As pessoas confundem muito as bolas. Recebi semana passada o contato de uma fotografa que me disse ter sido muito procurada depois que o nome dela saiu aqui no blog. Caso é que a noiva que a contratou, abriu mão de MUITAS coisas e economizou HORRORES em outras, para investir em ter fotos fantásticas para se lembrar na posteridade. Só que a parte triste é que algumas noivas que ligaram para ela foram insistentes em pedir para que ela BAIXE os valores que cobra a valores que não pagam nem as despesas da moça. Parece até que algumas foram mal educadas com ela…

Então a coisa é simples:

– Economize com forminhas que saem 6 por 12, flores caras, um milhão de tipos de lembrancinhas, jantar e afins; mas invista de uma vez por todas em coisas que realmente valem a pena!
– Negociações são válidas para: Buffets (Pois vendem em quantidade e portanto podem lhe oferecer cardápios mais econômicos) e espaços (Ainda mais se eles não tiverem nada mais incluso no pacote para te oferecer).
– Como diria minha amiga Jane, você nunca vai chegar no sr. Christian Louboutin e dizer: “Ô seu Chris, tem como fazer esse seu sapato aqui por 199 reais? É que eu ví numa loja lá perto de casa que tem um parecido por esse preço”. Vai? Cê não é louca né? Se você não pode pagar por um sapato dele, procure um de qualidade e que caiba no seu bolso e pronto!
– Todas as vezes que você fica pedindo para um fornecedor BAIXAR o preço dele, você está automaticamente MENOSPREZANDO o que ele faz, a técnica que ele aplica e o conhecimento que ele tem.
– Resumindo: Você pode tentar NEGOCIAR a forma de pagamento, mas JAMAIS ficar chorando miséria. Não pode pagar pelo que ele está pedindo e não teve como negociar? Então PARTA PARA O PRÓXIMO! Pronto, cabou. As vezes ele PODE te oferecer um desconto, mas ele não é obrigado, entende?

A base da economia em um casamento é encontrar bons fornecedores, produtos de qualidade e preços bons. Já sabemos que alguns itens podem ser encontrados por preços muito mais baratos do que você imaginava mas, foto e vídeo, custa um pouco mais caro. Ponha isso na sua cabeça. Parcele ou pesquise mais, mas não menospreze o trabalho deles pedindo para deixar os preços a quase zero. Eles não estudaram e se tornaram os melhores profissionais de sua categoria a toa.

***

Pronto falei! Hehehehe

Sei que ainda assim muita gente ainda não vai me entender e vai me achar uma falsa defensora da economia. Mas eu espero que o tempo e a maturidade cheguem a essas pessoas e elas passem a entender que nem tudo na vida pode custar R$ 1,99 =/

Mas agora falando da dica de hoje:

Uma das coisas que encarecem o serviço de fotografia (e sabe-se Deus o por quê) é álbum. Lí no blog dos meus amigos do Foco Estúdio essa semana, uma frase bem interessante lá nas perguntas freqüentes:

“Caso eu não queira álbum, posso ter apenas as fotos?
Tudo bem, a gente estudou muito para fotografar, não vender álbuns.”

Hehehe, boa resposta né?

Sei que é muito bom receber tudo prontinho depois do casamento, mas para conseguir ter aquela equipe premium de fotografia em seu casamento, você pode não optar pelo álbum que eles oferecerem. Sério: Ajuda a deixar o preço BEM mais em conta.

A dica aqui é: Depois que a equipe te entregar as fotos tratadas, é só você utilizar qualquer um dos serviços online onde você mesma monta o seu (em alguns já existem até modelos pré-prontos) e pode escolher por capa dura, aplicação de verniz, couro, fuxico e até capa de chuva! Hhuahauhauahuahauhauahau, brincadeira =P

Confiram a lista de sites que montam álbuns e veja que lindos que eles podem ficar por preços ridículos de baratos!

Digipix
FotoRegistro
Bistrô da fotografia
Saraiva
Americanas
Livro Fotográfico
Mania de Photo

Escolha o seu, monte um bem bonitão e depois venha me contar como foi =D

Beijos!

TagsÁlbum Fotografia
< vqpiozkc. christian louboutin miesten lenkkarit/div>


Christian louboutin falsa

hommes Christian Louboutin
louboutin for menn
christian louboutin chicago
louboutins en oferta
христианские пятки


Biografiile elitelor: Christian Louboutin, omul cu pantofii rosii

Biografiile elitelor: Christian Louboutin, omul cu pantofii rosii
In anii '70, actorul francez Pierre Richard facea furori in rolul violonistului aiurit Francois Perrin din "Marele Blond cu un pantof rosu". 20 de ani mai tarziu un compatriot de-al sau, Christian Louboutin, facea avere ducand ideea cu un pas mai departe.

Originalul designer de moda a mizat pe rosu in ceea ce priveste inspiratia sa in materie de incaltaminte, iar din 1993 succesul se tine scai de el. Daca aruncam o privire asupra vietii sale, putem spune ca celebrul creator a avut parte de o perioada la fel de confuza precum Perrin, dezvaluie site-ul Biography.

Poveste pariziana

Louboutin s-a nascut in 1963 in capitala Frantei si nu se poate spune ca a excelat in ceva pana la varsta tineretii. De fapt, la 16 ani, junele Christian era exmatriculat din liceu.

Avea sa gaseasca drumul spre succes abia doi ani mai tarziu, cand a devenit ucenicul designerului de incaltaminte Charles Jourdan, dar pana atunci s-a invartit in cercurile rau famate ale cabaretului parizian La Folies Bergere.

Pasiunea pentru pantofii de dama o descoperise insa din scoala primara, cand, in cursul unei vizite la muzeu, atentia elevului Louboutin a fost atrasa de un semn care interzicea vizitatoarelor sa intre in salile muzeului cu pantofi cu toc inalt.

Forma intriganta a pantofilor feminini si un album al lui Roger Vivier, celebrul designer al casei Dior, au facut ca multe dintre caietele lui Louboutin sa fie acoperite de schite migaloase ale unor pantofi originali.

Abia la 18 ani avea sa vina sansa tanarului de a crea prima pereche de pantofi dupa modelul conceput de Charles Jourdan, iar Christian Louboutin i-a ramas fidel maestrului sau vreme de 9 ani.

Anul 1990 avea sa il gaseasca pe Louboutin insa in postura de designer cu atelier propriu. Evoluase si isi dorea o cariera in care sa-si fructifice ideile ce-i bantuisera adolescenta.

Aveau sa treaca totusi trei ani pana cand tanarul designer urma sa cunoasca afirmarea. O intamplare banala a facut ca Louboutin sa vina cu o idee care avea sa-i aduca consacrarea in lumea modei.

"Eram la birou, iar secretara mea isi facea unghiile cu oja. Atunci m-am gandit: Doamne, rosul acela ar merge de minune pe talpile pantofilor!"

Iar de atunci creatiile de incaltaminte Louboutin au fost personalizate cu talpile rosii care l-au facut celebru.

Si succesul a venit treptat pe masura ce pantofii cu talpi rosii au fost adoptati de o serie de celebritati precum printesa Caroline de Monaco sau Madonna.

O industrie bazata pe un nume

Brandul Louboutin a devenit o adevarata industrie. Conform unor estimari facute de revista The New Yorker, Louboutin vinde anual 500.000 de perechi de pantofi, fiecare dintre acestea avand preturi care pornesc de la 400 de dolari si pot atinge chiar si 6.000 de dolari.

Imperiul creat de Christian Louboutin se extinde pe zi ce trece. Designerul a lansat si o linie de posete de dama care se asorteaza perfect cu creatiile sale suprarealiste, iar apoi a trecut si la crearea de pantofi barbatesti.

Din 2013, casa Louboutin are si o gama de produse cosmetice dedicata clientelor care au imbratisat stilul designerului parizian.

Este un imperiu protejat cu severitate, Louboutin fiind un contestatar al celor care ii copiaza modelele, inclusiv casa de moda Yves Saint Laurent trezindu-se cu un proces pentru lansarea unor modele de incaltaminte cu talpa rosie.

Dar adolescentul care isi facea veacul in spatele scenei de la La Folies Bergere nu a disparut cu totul din sufletul lui Christian Louboutin.

In 2007, Christian Louboutin si regizorul american David Lynch au lucrat impreuna la o expozitie de fotografie, iar 5 ani mai tarziu designerul s-a intors in lumea vesela a cabaretului cu show-ul "Feu" (Foc), pus in scena la legendarul cabaret Crazy Horse din Paris.

Ti-a placut acest articol? Urmareste Business24 si pe Facebook! Comenteaza si vezi in fluxul tau de noutati de pe Facebook cele mai noi si interesante articole de pe Business24.
Sursa: Business24
Articol citit de 3213 ori
Citeste mai multe despredesigneri celebrii industria modei Franta Christian Louboutin pantofi dama

comments powered by Disqus